MUITAS FOTOS: Festa do Colono e Motorista de Missal em 60 anos de história, alegria e homenagens!

A Festa do Colono e Motorista foi marcada por homenagens aos pioneiros, laços familiares fortalecidos e um show empolgante com a dupla Felipe e Falcão.

A cidade de Missal, localizada no oeste paranaense, viveu um dia comemorativo ao celebrar seus 60 anos de fundação com a Festa do Colono e Motorista na última terça-feira (25-07), no Centro de Eventos da cidade. A data, marcada por homenagens e diversão, reuniu mais de 2.500 pessoas em um almoço festivo, sorteio de brindes e uma apresentação arrebatadora da dupla sertaneja Felipe e Falcão.

Em meio a um clima de gratidão e respeito pela história, os primeiros moradores do município foram reconhecidos por sua importância na construção e desenvolvimento da cidade. A festividade, que já é uma tradição local, valorizou o trabalho dos colonos e motoristas na formação da comunidade.

A animação tomou conta do público presente, que se emocionou com o show da dupla Felipe e Falcão. Os artistas, conhecidos por suas canções cativantes e carisma contagiante, proporcionaram momentos de muita alegria e descontração, fazendo com que todos cantassem juntos.

Além disso, o sorteio de diversos brindes surpreendeu os participantes, trazendo ainda mais entusiasmo para a celebração. Entre sorrisos e abraços, as famílias se reuniram e compartilharam a felicidade de estarem juntas nessa data tão especial.

A Festa do Colono e Motorista em Missal é muito mais do que uma festa; é um evento que une gerações, preservando tradições e fortalecendo laços afetivos. A cada ano, ela reafirma a importância de valorizar o passado para construir um futuro ainda mais promissor para a cidade e seus cidadãos.

O dia ficou marcado na memória dos presentes como um momento de celebração e gratidão, um encontro de corações que bateram no ritmo da festa. A história e o progresso do Missal se entrelaçam em cada sorriso e em cada olhar de esperança para os próximos 60 anos.

Missal celebrou seu passado, reverenciou seus colonos e motoristas e, acima de tudo, celebrou a vida em comunidade. Que a tradição da festa perdura por muitas gerações, mantendo viva a essência desse povo que tanto orgulha o oeste paranaense.

Anuncie aqui