Tragédia em Palotina: Explosão na C.Vale deixa 8 mortos e 1 desaparecido

População de Palotina viveu momentos de horror com explosão na cooperativa que resultou em vítimas fatais e feridos.

Foto: Correio do Ar
Anuncie aqui

Foi uma madrugada de angústia e tristeza em Palotina, nesta quinta-feira (27-07), após terem sido confirmadas de maneira extraoficial as informações sobre uma explosão devastadora que ocorreu na empresa C.Vale. A tragédia deixou oito pessoas mortas e uma ainda permanece desaparecida, onze foram socorridas com lesões e encaminhadas para hospitais da região e até mesmo de Curitiba, destas, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) informou que 10 pessoas estavam em estado grave, mas com a nova morte, passaram a ser nove os feridos gravemente.

.

O incidente ocorreu na tarde da última quarta-feira (26-07), por volta das 17h05, quando o Corpo de Bombeiros Militar do Paraná foi acionado para atender ao chamado de uma explosão em um silo graneleiro da cooperativa local. As autoridades mobilizaram um impressionante aparato de resgate e ajuda humanitária. Ao todo, 11 viaturas e 35 militares do Corpo de Bombeiros foram empregados, contando também com o auxílio da equipe do canil do 4⁰ Grupamento de Bombeiros, que utilizou cães treinados para busca e resgate.

O Tenente-Coronel Rogério Lima de Araújo assumiu o comando da operação, estabelecendo um sistema de Comando de Incidentes para melhor organização das equipes e recursos envolvidos. Além do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná, o SAMU também prestou apoio no atendimento às vítimas, mobilizando cinco viaturas para o local.

A gravidade da situação uma resposta em larga escala, e o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná, Coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior, determinou o deslocamento de mais três equipes com cães de busca, vindos da capital e de outras unidades do interior, para fortalecer a operação de resgate.

Apesar de todos os esforços das equipes de emergência, infelizmente, sete pessoas perderam a vida na tragédia, e uma outra ainda não foi encontrada, aumentando a apreensão e o desespero entre familiares e amigos das vítimas. Doze pessoas feridas foram encaminhadas ao hospital municipal de Palotina e, posteriormente, encaminhadas para unidades de saúde em cidades vizinhas e na capital, Curitiba.

A remoção dos corpos ficou sob a responsabilidade do IML de Toledo, onde serão realizados os exames necessários. Enquanto isso, a Polícia Civil, correspondente de investigadores, agentes da criminalística e o Delegado de Palotina, Pedro Lucena, permanecem nas investigações para esclarecer as causas do trágico evento.

A comunidade de Palotina se uniu em solidariedade nesse momento difícil, com a Polícia Militar e equipes da Defesa Civil, atendimentos da prefeitura e bombeiros da C.Vale prestando todo o suporte necessário aos demais órgãos públicos envolvidos na operação de resgate e socorro às vítimas e familiares.

Os tremores causados pela explosão:

Moradores da região afirmaram que sentiram o tremor causado pela explosão. Em alguns casos, segundo as testemunhas, vidros das residências chegaram a quebrar.

Há relato de tremores em casas a cerca de 8 quilômetros de distância da cooperativa.

Os bombeiros orientam que os moradores não se aproximem do local.


Fonte: Com informações do Correio do Ar (canal de notícias de Palotina) e G1

Veja também: Atualização: Explosão em silo de cooperativa agroindustrial de Palotina deixa 2 mortos e 9 desaparecidos

Anuncie aqui