Ganhando o Mundo: Duas estudantes de Missal são selecionadas para intercâmbio

Esta é a primeira vez que alunos de Missal são selecionados. Amanda irá para Inglaterra e Jeniffer para a Austrália.

Amanda irá para Inglaterra e Jeniffer para a Austrália.
Anuncie aqui

As alunas do Cepem, de Missal, foram selecionadas entre mais de 12 mil inscritos no programa Ganhando o Mundo, do Governo do Estado. Esta é a maior edição do programa Ganhando o Mundo, do Governo do Estado. Serão mil estudantes que vão embarcar, no início de 2024, para o programa de intercâmbio cuja duração é um semestre letivo, em cinco diferentes destinos: Austrália, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Nova Zelândia.

As duas estudantes do Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis – Ensino Fundamental, Médio, Normal e Profissional, Jeniffer Hendges Kotz 1º Formação de Docentes) e Amanda Kadjira Aparecida Philippsen Noro (1ª A Novo Ensino Médio) foram selecionadas para esse intercâmbio cultural de 6 meses que permitirá uma vivência e experiência incrível para seus currículos, vida pessoal e profissional e sem dúvidas trarão muitas experiências para compartilhar.

Foram 6,9 mil candidatos inscritos no programa de intercâmbio criado pelo Governo do Estado do Paraná e oferecido para estudantes, professores e pedagogos da rede pública estadual de ensino com objetivo de propiciar formação acadêmica em instituições estrangeiras, além de experiências culturais e pedagógicas que possam ser compartilhadas, posteriormente, nos colégios estaduais do Paraná.

A Diretora do CEPEM, Marta Schaeffer Butzge está muito feliz com a conquista inédita do município. “Parabéns Jeniffer e Amanda pela dedicação aos estudos, parabéns aos pais pelo incentivo diário, parabéns aos professores”, comemora Marta. 

Que orgulho, que alegria para nossos professores, estudantes, pedagogos, agentes educacionais I e II, direção, enfim, que orgulho para o Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis ter vocês selecionadas para esse intercâmbio, isso significa que estão entre os alunos estudiosos, com a média de nota escolhida pelo programa e isso nos deixa orgulhosos; celebramos com vocês essa conquista; com certeza são inspiração para que nas próximas edições mais alunos se inscrevam. 

“Jeniffer e Amanda vocês nos representam!” Elogia a Diretora emocionada.

“A experiência transformadora do intercâmbio proporciona ao aluno não apenas a oportunidade de aprimorar as habilidades linguísticas, mas também de desenvolver a compreensão mais profunda do mundo, sua diversidade e complexidade, preparando-o e imprimindo uma visão global, eclética sobre a sociedade e os desafios do futuro”, ressalta o secretário de Estado da Educação, Roni Miranda.

Para estar entre os selecionados, além de outros quesitos, é tirar nota acima de 70 em todos as matérias da Prova Paraná.

Quem é a Amanda?

Amanda Kadjira Aparecida Phillipsen Noro, 15 anos, filha de Carla Elisangela Philippsen e Vanderley Aloisio Noro, frequentou o CEMEI Pequeno Príncipe, a Escola Municipal Novo Milênio e atualmente está na 1º série do Ensino Médio no Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis, pretende cursar a faculdade de direito e ser delegada da Polícia Federal.

“Desde o ano passado, quando soube da oportunidade, fiquei extremamente focada nas aulas e na plataforma de inglês para conseguir a vaga”, afirma Amanda, acrescentando que o hábito de estudo, “sem exagero, sempre com intervalos” e ler bastante é o que a ajuda a manter bons resultados.

Na Inglaterra a meta inicial é “prosperar meu inglês, levar a cultura do meu país e estado e também absorver a cultura inglesa, enfim, aproveitar ao máximo possível a experiência de estar lá por cinco/seis meses”. 

Conselho

“Eu ficaria feliz em aconselhar os outros alunos que estão em busca de receber a mesma oportunidade… Não desistam da ou das vagas para 2025. Quando pensar em desistir, peço que olhe para o seu futuro, porque a sensação de provar o seu valor e conquistar algo com o seu esforço é simplesmente indescritível.”

Agradecimento

“Queria deixar os meus mais sinceros agradecimentos ao Governo do Estado do Paraná, juntamente com a Secretaria da Educação do Estado do Paraná, ao governador Carlos Massa Ratinho Junior, a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu… E principalmente a diretora Marta Schaeffer Butzge, as pedagogas e pedagogos do colégio em especial a pedagoga Janete Buuron Stodulski que esteve comigo durante todo o fundamental, a equipe da secretaria e todos os funcionários, também aos meus professores que sempre me engajaram nos estudos e não poderia deixar de mencionar a minha família que sempre me apoiou a ser minha melhor versão. Sem vocês eu não teria chegado onde cheguei.”

Quem é Jeniffer?

Jeniffer Hendges Kotz, 14 anos, filha de Giovane e José Kotz, estudou na Escola Novo Milênio e Tancredo Neves (Dom Armando) e atualmente cursa formação de docentes no Cepem.

“Me inscrevi, mas sinceramente, não achava que iria. Quando alcancei comecei a me preparar, inclusive, em meados de julho, quando saiu o edital dos classificados, lembrei que também havia me inscrito e acompanhei até divulgarem os nomes dos classificados. Quando vi que iria e havia alcançado o primeiro lugar no município fiquei extremamente feliz, pois é um sonho meu de muito tempo e sei que esse intercambio vai acrescentar muito na minha vida, desde o aprofundamento em inglês e as demais matérias, além do fato de conhecer nova cultura”, destaca Jeniffer.

Futuro

Quanto ao futuro, ela afirma que ainda não definiu a carreira a seguir. “Estou cursando formação de docentes, mas não pretendo ser professora. Talvez este intercambio me ajude a definir, pois as dúvidas existem”.

Agradecimento

“Gostaria de fazer um agradecimento a todos os meus professores que sempre me apoiaram e incentivaram, principalmente minha primeira professora de inglês Vanessa Sala, meu professor Valdecir Thomas que foi quem me falou para eu me inscrever no programa, e a minha professora do curso de inglês Bruna S. Mascarello, pois foi onde eu mais aprendi e aprofundei meus estudos em inglês, todos aumentando minha confiança. Também muito importante a minha família que sempre me incentivou nos estudos desde pequena até mesmo na língua estrangeira – inclusive não havia dito para meu pai e minha mãe que havia me inscrito para o intercambio, só contei depois e fui apoiada. Também agradecer as minhas amigas, principalmente a Giovana e a Eloá que estiveram sempre comigo, me incentivaram e me apoiaram muito para eu me inscrever no programa”, conclui Jeniffer. 

Fonte: Portal Missal

Anuncie aqui