REGIÃO LINDEIRA CRIA O FÓRUM PERMANENTE DE TURISMO NÁUTICO NO LAGO DE ITAIPU

O objetivo é impulsionar investimentos, integração, promoção, práticas responsáveis, inovação e crescimento equilibrado do setor de turismo náutico em todos os municípios lindeiros do Lago de Itaipu.

Nesta sexta-feira (26), o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Agência de Desenvolvimento Turístico da Região Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu (Adetur), Itaipu Binacional e Parque Tecnológico Itaipu (PTI) realizaram a 1ª reunião do Fórum Permanente de Turismo Náutico no Lago de Itaipu.

O objetivo principal desta nova ferramenta é impulsionar investimentos, integração, promoção, práticas responsáveis, inovação e crescimento equilibrado do setor de turismo náutico na região. As instituições signatárias compartilham um interesse comum no desenvolvimento sustentável do turismo náutico. “A ideia é conceber um espaço de governança e interação para trabalhar as potencialidades do lago de Itaipu para o turismo náutico”, ressalta o diretor de Turismo do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Yuri Benites.

As instituições concordaram em colaborar ativamente, promover o diálogo, desenvolver práticas sustentáveis, fortalecer a imagem do destino, investir em inovação e desenvolvimento tecnológico, realizar esforços conjuntos de promoção e marketing, garantir transparência e prestação de contas, participar de comitês e grupos de trabalho, apoiar as comunidades locais e fortalecer as estratégias de segurança e infraestrutura. “A gente convida as entidades a pensar e trabalhar as questões voltadas ao setor. O uso do lago de maneira produtiva também é uma forma de conservar a natureza, a biodiversidade e a nossa água”, enfatiza a gerente da Divisão de Iniciativas de Turismo da Itaipu Binacional, Aline Teigão.

Engajamento regional

O presidente do Conselho dos Lindeiros, coordenador do Fórum de Turismo Náutico, Evandro Grade (Zado), se mostrou satisfeito com a participação de representantes de entidades da região. “Houve boa participação nesta primeira reunião. Temos muitos atrativos e trabalhando em conjunto eu acredito que vamos conseguir melhorar o turismo regional”, destaca.

A presidente da Adetur Cataratas e Caminhos, Dagmar Pedrozo, observa que a iniciativa representa a formalização de todo o interesse e parceria institucional. “Pesca, lazer, infraestrutura e geração de emprego e renda tem uma sistematização através do Fórum de Turismo Náutico. “Com certeza vai ser uma referência, também, para o Paraná”, complementa.

O Governo do Estado deve compor as entidades que trabalharão as questões regionais através do Instituto Água e Terra (IAT), com a Secretaria do Turismo, conforme o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto. “Atuaremos fortemente para a implementação de infraestruturas que visem a preservação e promoção em várias frentes. Com certeza trabalharemos em cooperação fortemente com todas as instituições envolvidas”, ressalta.

Dentre as próximas ações estão, a assinatura do Termo de Compromisso e uma viagem técnica a Angra dos Reis para conhecer a estrutura existente e buscar experiências de gestão e promoção do turismo náutico.

Anuncie aqui