Aventura Imparável: Amigas cruzam 768 km de bike até o litoral paranaense com determinação e fé

Uma jornada épica de duas amigas, Bárbara e Lúcia, supera desafios, pneus furados e a força do vento para realizar o sonho de pedalar até o litoral paranaense.

A estrangeira aliada à fé pode mover montanhas, ou, no caso de Bárbara Schneider, servidora pública, de 35 anos, e Lúcia Both, apostada com 58 anos, pode fazer com que elas cruzem 768 milhas em cinco dias, em uma jornada de bicicleta do interior do Paraná até o litoral paranaense. Partindo de Missal no dia 16 de agosto, às 5h40, a dupla embarcou em uma aventura de duas rodas que há muito tempo estava nos planos. As duas chegaram em Pontal do Paraná, no último domingo, dia 20 de agosto, às 17h10.

A estrada não foi fácil, e as amigas enfrentaram diversos desafios ao longo da trajetória. Passando pela majestosa Serra da Graciosa, elas podiam contemplar paisagens deslumbrantes enquanto pedalavam em meio a subidas e curvas sinuosas. “Quero agradecer a Deus por nos permitir realizar essa saga. Foram cinco dias de muita aventura, 768 km no total. Ele estava nos abençoadondo a cada minuto, cada segundo, e nós agradecíamos a cada quilômetro realizado”, conta Bárbara emocionada.

Um dos pilares de apoio durante a jornada foi Evandro, marido de Bárbara, que acompanhou a dupla ao longo do caminho, oferecendo o suporte necessário e o incentivo emocional. Além disso, as mensagens de apoio e orações vindas de amigos e familiares foram combustíveis vitais para manter as amigas motivadas.

O percurso, embora magnífico, não foi isento de desafios. As amigas enfrentaram seis pneus furados ao longo da jornada, o que as fez colocar à prova sua paciência e habilidades de reparo rápido.

A jornada inesquecível foi dividida em cinco etapas. No primeiro dia, elas percorreram 183 km de Missal a Guaraniaçu, enfrentando vento contra e um sol escaldante. O segundo dia levou-as de Guaraniaçu a Cantagalo, somando 100 km. No terceiro dia, percorrendo 186 km, chegamos a Irati. O quarto dia as levou de Irati a Curitiba, com 165 km no odômetro. Por fim, no quinto dia, após percorrerem 134 km, uma emocionante chegada ao litoral paranaense, em Pontal do Paraná.

Fonte: Oeste Agora com fotos do arquivo pessoal da Barbara e da Lúcia.

Ao final da jornada, Bárbara expressou o esgotamento e as dúvidas que a atormentaram durante o caminho: “Acabei que não ia conseguir, tinha vontade de desistir, mas segui forte, confiando em Deus.” A história de Bárbara e Lúcia é um testemunho inspirador de como a perseverança, a amizade e a fé podem transformar uma ideia há muito sonhada em uma aventura inesquecível.

Anuncie aqui