Boa notícia: Seis cidades ganharão mais qualidade de vida com saneamento básico!

Estação de esgoto de Itaipulândia inaugurada na semana passada é a primeira obra do convênio que busca gestão inovadora para universalização do saneamento em seis municípios do Oeste.

Prefeita Cleide Prates recebendo os convidados: diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri e o diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Claudio Stabile,
Anuncie aqui

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri, o diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Claudio Stabile, a prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates, o diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Irineu Colombo, e o diretor de coordenação da Itaipu, Carlos Carboni inauguraram, nesta quinta-feira (3), a Estação Elevatória Floresta e cinco quilômetros de rede de esgoto em Itaipulândia.

Inauguração da Estação Elevatória Floresta.

A unidade de bombeamento e a rede de esgoto são as primeiras estruturas já finalizadas que fazem parte do convênio entre Sanepar e Itaipu Binacional e Parque Tecnológico de Itaipu para a implantação de sistemas de esgotamento sanitário em Itaipulândia, Medianeira, Missal, Santa Helena, Ramilândia e Serranópolis do Iguaçu. O convênio prevê investimentos de R$ 184 milhões nestes municípios.

A estação inaugurada tem duas bombas submersíveis com capacidade de transbordo de 360 metros cúbicos de esgoto por dia. Para operacionalizar a unidade também foram executados 1,2 quilômetro de linha de recalque, além de 5 km de rede de esgoto. Estas estruturas elevam o atendimento de esgoto dos atuais 68% para 80% da população. A estimativa é que a realização da obra tenha gerado 169 empregos diretos, indiretos e induzidos.

O presidente da Sanepar destacou a parceria com Itaipu para levar saúde preventiva às pessoas. “Nosso trabalho não é só obras, só estação de tratamento, é promover saúde. Sanepar e Itaipu têm esse olhar social. O Paraná deve ser o primeiro estado da federação a alcançar a universalização do saneamento. E, certamente, com a parceria da Itaipu poderemos estender para todo o estado o que está sendo feito hoje na Região Oeste.”

Para o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, estas obras em saneamento  Itaipu mostram a importância da ciência para melhorar a vida das pessoas. “A parceria entre Sanepar, prefeituras da Região Oeste e Itaipu vai levar vida para as pessoas. Estamos resolvendo problemas básicos em saneamento. A partir deste convênio teremos municípios com quase 100% de saneamento básico. Também deve ser destacada a aplicação da ciência para que, em cada cidade, com sua realidade distinta, a população tenha acesso à saúde”, disse.   

A prefeita Cleide Prates destacou o grande benefício da obra para Itaipulândia. “Essa elevatória foi muito discutida e hoje é um grande dia para as mais de mil pessoas que moram no Bairro Floresta e a população da cidade.”

GESTÃO INOVADORA E INTEGRADA– A Sanepar e Itaipu comemoraram a construção de uma moderna estação de tratamento de esgoto em Itaipulândia que também irá atender a cidade de Missal, permitindo a implantação de um sistema integrado de coleta e tratamento de esgoto para os dois municípios.

A nova ETE de Itaipulândia faz parte de um projeto inovador em saneamento, permitindo o acesso ao sistema de pequenos municípios a baixo custo. A ETE terá capacidade de tratar 27 litros por segundo e alta eficiência de remoção de carga orgânica e de nutrientes do efluente. A gestão será integrada entre os municípios.

Em Missal serão implantados 41 km de rede coletora de esgoto e duas estações de bombeamento. Com isso, os dois municípios estarão próximos da meta de universalização de saneamento. O início das obras está previsto para setembro deste ano.

“Hoje é muito custoso para os pequenos municípios ter acesso ao tratamento de esgoto. Vamos ter uma das primeiras experiências para que duas cidades tenham um tratamento único de esgoto. E, como resultado do tratamento, será gerado adubo orgânico e a água residuária com qualidade melhor sem poluir o meio ambiente. Este é um exemplo de parceira extraordinária. Duas empresas públicas, Itaipu e Sanepar, e os municípios”, disse o diretor de Coordenação da Itaipu, Carlos Carboni.

Além de Itaipulândia e Missal, os municípios de Medianeira, Serranópolis do Iguaçu, Ramilândia e Santa Helena serão contemplados com projetos e obras que incluem a implantação de 4 estações de tratamento, 11 estações elevatórias e mais de 150 quilômetros de rede de esgoto, além de tubulações auxiliares. Em todas estas obras serão aplicadas tecnologias inovadoras e com soluções baseadas na natureza.

Até o fim do convênio, previsto para dezembro de 2025, a estimativa é de que sejam gerados mais de 8.800 empregos entre diretos, indiretos e induzidos nestes municípios.

Veja também as entrevistas com os prefeitos de alguns municípios que serão beneficiados com esse inovador projeto de saneamento básico:

Texto: Assessoria da Sanepar

Anuncie aqui