Profissionais dos CMEI’s de Missal recebem capacitação vital em primeiros socorros para crianças

Coordenadora do SAMU de Missal, Fabiane Junges, capacita profissionais que atuam com crianças de quatro meses a três anos, abordando situações de urgência previstas na Lei Lucas.

Anuncie aqui

Os profissionais que atuam nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’s) de Missal receberam na tarde desta quarta-feira (12/07) uma capacitação vital em primeiros socorros, especialmente voltada para as crianças de quatro meses a três anos de idade. A iniciativa, realizada em conformidade com a Lei Lucas, proporcionou orientações e treinamento essenciais para lidar com situações de urgência nas instituições.

Durante o treinamento, conduzido pela coordenadora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Missal, Fabiane Junges, os profissionais foram instruídos sobre diversas situações de emergência que podem ocorrer nos CMEI’s. As abordagens incluíram manobras de desengasgo, reanimação cardiopulmonar, avaliação de ferimentos e controle de sangramentos, gerenciamento de crises convulsivas e desmaios, procedimentos para quedas e fraturas, orientações sobre choques, queimaduras, além de quando e como acionar os serviços de emergência.

Fabiane Junges, enfermeira com ampla experiência em urgência e emergência, socorrista, bombeira civil e especializada em áreas como saúde pública, saúde da família, UTI neonatal e pediátrica, ministrou o treinamento. Sua qualificação abrangente proporcionou aos profissionais dos CMEI’s de Missal conhecimentos fundamentais para responder a situações de urgência com eficiência e segurança.

 “A capacitação em primeiros socorros desempenha um papel crucial na prevenção e na resposta imediata a situações de urgência, garantindo o bem-estar e a segurança das crianças”, comenta Fabiane.

A secretária de educação de Missal, Clarice Friedrich, explicou que existe uma preocupação muito grande com a segurança das crianças e que em 2021, um bebê com menos de um ano engasgou enquanto estava um dos CMEI’s da cidade, e foi salvo porque a cozinheira da instituição tinha passado por uma capacitação como essa, ela agiu rapidamente, seguindo todas as recomendações ensinadas e tudo acabou bem.

A Lei Lucas, que estabelece a obrigatoriedade de capacitação em primeiros socorros para profissionais que atuam com crianças, busca garantir um ambiente seguro e preparado para lidar com incidentes que possam colocar em risco a vida ou a integridade física dos pequenos.

Anuncie aqui