PRF inicia Operação Carnaval 2023 no Paraná

Parte da Operação Rodovida 22/23, será executada em todo o Brasil com o objetivo de promover a segurança viária; motoristas de veículos pesados devem se atentar para restrições de tráfego nas BRs 277 e 376 no período.

Anuncie aqui
Anuncie aqui

A Operação Carnaval da PRF será executada em todo o Brasil com o objetivo de promover a segurança viária nos deslocamentos dos usuários pelas rodovias federais. A operação tem início no dia 17 (sexta-feira) e termina no dia 22 de fevereiro (quarta).

No Paraná, a fiscalização e o policiamento nas rodovias serão intensificados com o aumento das rondas ostensivas e com o posicionamento das equipes em locais estratégicos. Os policiais se revezarão ao longo das rodovias federais nos trechos mais movimentados e também nos considerados críticos pelo alto índice de acidentes ou pelo elevado número de infrações de trânsito.

Um dos principais focos será o combate à mistura álcool e direção, uma das maiores causas de acidentes de trânsito com vítimas gravemente feridas e ultrapassagem em locais proibidos. As equipes da PRF estarão equipadas com etilômetros e qualquer motorista, independentemente da situação será convidado a passar pelo equipamento.

Com a missão de proteger vidas, a PRF combaterá a embriaguez ao volante com ações educativas e uma fiscalização eficiente. É importante lembrar que dirigir sob o efeito do álcool reduz a capacidade de reação do motorista, colocando em risco a segurança de todos os usuários das rodovias. É preciso que toda a sociedade se conscientize de que beber e dirigir são atividades incompatíveis.

BRs 376 e 277 contarão com proibição de cargas pesadas durante a operação Carnaval no Paraná

Restrições buscam melhorar a fluidez do trânsito nas rodovias que sofrem com interdições de faixas de rolamento.

Nas duas rodovias, nos trechos afetados pelas obras de recuperação dos danos causados pelos deslizamentos, será proibido o trânsito de veículos de carga articulados (carretas, bitrens etc) nos horários de maior movimento.

A restrição acontece sempre no sentido do maior fluxo, na descida para o litoral paranaense e Santa Catarina e sentido capital no retorno. Os bloqueios, na BR-277, acontecerão na antiga praça de pedágio em São José dos Pinhais (PR), no km 60 e no viaduto de acesso a Morretes, no km 30. Já na BR-376, os bloqueios estarão sendo realizados entre a entrada para Campo Alto, em Tijucas do Sul (PR), no km 648 e a praça de pedágio em Garuva (SC), no km 682.

Datas e horários

BR-277 (Curitiba-Paranaguá)

Dia 17/02 (sexta-feira): Do meio-dia à meia-noite, no sentido litoral
Dia 18/02 (sábado): Das 06h às 18h, no sentido litoral
Dia 21/02 (terça-feira): Das 10h às 22h, no sentido capital
Dia 22/02 (quarta-feira): Das 6h às 14h, no sentido capital

BR-376 (Paraná-Santa Catarina)

Dia 17/02 (sexta-feira): Das 14h às 22 h, no sentido Santa Catarina
Dia 18/02 (sábado): Das 06h às 18h, no sentido Santa Catarina
Dia 21/02 (terça-feira): Das 10h às 22h, no sentido Paraná
Dia 22/02 (quarta-feira): Das 6h às 14h, no sentido Paraná

A PRF reforça que os caminhões não poderão ficar parados sobre a rodovia ou nos acostamentos. Os transportadores devem se planejar para aguardar o final da restrição em locais com a infraestrutura adequada.

Orientações para quem vai pegar a estrada

  • Antes de viajar, o motorista deve verificar as condições do carro. A manutenção deve estar em dia, em especial em relação aos itens de segurança, como sistema de freios, pneus e sistemas de iluminação e sinalização;
  • A viagem deve ser planejada de modo que o condutor não dirija por mais de quatro horas ininterruptas. Ele deve estar descansado e em condições físicas e psicológicas para conduzir o veículo. Deve haver planejamento para abastecimento e alimentação também;
  • O veículo só pode levar até a capacidade máxima de passageiros. Todos os ocupantes devem usar o cinto de segurança ou, em caso de crianças, o dispositivo de retenção equivalente;
  • As bagagens devem ser levadas em compartimento próprio, para evitar lesões em caso de envolvimento em acidentes. Se forem levadas em compartimento de passageiros, elas podem se deslocar e ferir os ocupantes do carro;
  • Os motoristas devem respeitar a sinalização e legislação de trânsito e, em relação às ultrapassagens, somente realizar a manobra em locais permitidos e quando houver tempo e distância para concluir a manobra sem colocar o trânsito em risco. Ressalta-se que ultrapassagens mal realizadas são responsáveis por um terço das mortes em rodovias federais.
  • Em caso de chuva, a velocidade deve ser reduzida, os faróis devem permanecer acesos e à distância de segurança entre os veículos deve aumentar.

No caso de emergência em rodovias federais, ligue 191

Fonte: Assessoria

Anuncie aqui