Homem mata colega de trabalho e enterra corpo no quintal de casa

Os investigadores não descartam que o crime pode ter ser motivado pela intenção de roubo.

Anuncie aqui
Anuncie aqui

Um pedreiro de 38 anos é acusado de matar seu colega de trabalho e enterrar o corpo no quintal da própria casa. A vítima, identificada como Mateo Pérez, de 22 anos, havia sido dada como desaparecida na última segunda-feira (06-02). O suspeito ainda colaborou com as investigações. O caso aconteceu na Argentina.

O acusado, Marcelo Alfredo R.D, disse à polícia que a última vez que viu o colega foi na noite daquela segunda-feira quando terminaram de trabalhar.

No entanto, as autoridades descobriram através de câmeras de vigilância que os dois entraram juntos em um carro. O destino era um bairro da cidade onde aconteceu o homicídio.

Os agentes resolveram realizar uma busca na casa do suspeito e no início não encontraram nada que pudesse incriminá-lo. Porém, no final, um policial resolveu olhar no fundo do imóvel e encontrou uma lona coberta de areia. Quando escavaram o local, encontraram os restos mortais de Mateo Pérez.

Motivação do crime

De acordo com o portal Meganoticias, após a descoberta, o promotor ordenou uma autópsia para saber se a vítima foi estrangulada, pois haviam indícios da ação.

Os investigadores não descartam que o crime pode ter ser motivado pela intenção de roubo, pois Marcelo estava com o cartão de crédito do colega de trabalho.

Anuncie aqui