Governo Municipal vai iniciar campanha de conscientização sobre a Hanseníase

Nos últimos cinco anos foram detectados 15 casos de Hanseníase no município.

Anuncie aqui
Anuncie aqui

O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Saúde, vai iniciar neste mês de fevereiro uma campanha de conscientização sobre a Hanseníase, doença infecciosa, contagiosa, de evolução crônica, causada por uma bactéria.

A ação compreende um questionário que será aplicado pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS’s) e de Endemias (ACE’s) a partir do dia 06 de fevereiro em todas as residências do município.

“O trabalho deverá durar dois meses e, além de conscientizar, tem por objetivo rastrear possíveis pacientes com sintomas da doença”, conta a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mônica Luiza Saviatto Cardoso.

Nos últimos cinco anos foram detectados 15 casos de Hanseníase no município. “A bactéria é transmitida por meio de gotículas de saliva eliminadas na fala, tosse e espirro, em contatos próximos e frequentes com doentes”, alerta Mônica.

Os sinais e sintomas mais frequentes da hanseníase são manchas (brancas avermelhadas, acastanhadas ou amarronzadas) e/ou área(s) da pele com alteração da sensibilidade térmica (ao calor e frio) e/ou dolosas (à dor) e/ou tátil (ao tato); comprometimento do(s) nervo(s) periférico(s), áreas com diminuição dos pelos e do suor; sensação de formigamento e/ou fisgadas, diminuição ou ausência da sensibilidade e/ou da força muscular na face, e/ou nas mães e/ou nos pés e caroços (nódulos) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos.

A hanseníase tem tratamento disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e dura em média de 06 a 12 meses, dependendo da forma clínica que o doente apresenta. “Contamos com toda população para o apoio nessa ação durante os dois próximos meses e, com isso, detectar precocemente a doença podendo, assim, tratar de forma a impedir o desenvolvimento de formas mais graves da doença“, finaliza a secretária de Saúde, Eloni Terezinha Conzatti Queiroz.

Fonte Assessoria de comunicação, imprensa e mídia social

Anuncie aqui