Mais uma eleição e a Câmara de Vereadores de Itaipulândia ainda está sem representantes da Mesa Diretora 2023-2024

A sessão durou 15 minutos e a única chapa aprovada pelo Presidente foi reprovada pela maioria dos vereadores.

Anuncie aqui
Anuncie aqui

Na noite desta quarta-feira (21-12) os nove vereadores de Itaipulândia participaram de uma sessão extraordinária convocada em Diário Oficial para a escolha da nova Mesa Diretora e mais uma vez os parlamentares municipais não chegaram a um acordo e a votação terminou sem Presidente, Vice-Presidente, primeiro e segundo Secretários.

A única chapa a concorrer “chapa 03” composta pelos vereadores Fernando Antunes na Presidência, Deoclécio Vanderlei Groth como Vice-Presidente, Claudemir Roth como primeiro Secretário e Claudinei Vieira como segundo Secretário foi derrotada com quatro votos a cinco.

Entenda como:

O vereador André Royer fez um pedido de renúncia do cargo da “chapa 01”, onde André seria o Vice-Presidente. Por estar incompleta a “chapa 01” foi indeferida.

A “chapa 02” teve André Royer como Presidente, Claudemir da Silva Homem como Vice-Presidente, primeiro Secretário Vilson Nei Serena e segundo Secretário Adolfo Florêncio Preis. O vereador Fernando Antunes encaminhou um pedido de impugnação da “chapa 02” alegando que o vereador André Royer já tinha sido eleito Presidente da Mesa Diretora em Janeiro de 2021 e renunciou ao cargo na mesma data, segundo o Vereador Fernando, de acordo com o artigo 24 da Lei Orgânica e Art. 12 do Regimento Interno vedam a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente. O setor jurídico da Câmara deu o parecer favorável ao pedido de Fernando Antunes. E assim a “chapa 02” não pode concorrer na escolha dos novos representantes da Casa de Leis.

O atual Presidente Claudemir Roth indeferiu o registro da “chapa 02” utilizando-se ao pé da letra do Art. 198 do Regimento Interno que diz: Cabe ao Presidente resolver soberanamente as questões de ordem, não sendo licito a qualquer vereador apor-se a decisão ou criticá-la, na sessão em que for proferida. Parágrafo único – cabe, entretanto, ao vereador recurso da decisão, que será processado na forma prevista no regimento.

Em sua defesa o Vereador André Royer argumentou afirmando que já teve outra eleição depois da que ele foi eleito no dia 01 de janeiro de 2021, ou seja, a escolha de agora não é imediatamente subsequente a que ele renunciou.

Alguns vereadores também fizeram uso da palavra e se manifestaram contrários a decisão do Presidente Claudemir Roth. O Vereador Adolfo Preis lamentou que o Regimento Interno não está sendo cumprido e junto com os outros quatro vereadores pediu para que o Presidente aceitasse a “chapa 02” e colocasse em votação para que a casa pudesse exercer o direito democrático.

A próxima tentativa para eleger a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Itaipulândia está marcada para esta quinta-feira (22-12) às 17h.

Entenda como foi a sessão de segunda-feria (19-12) quando cinco vereadores deixaram o Plenário durante a abertura dos trabalhos da eleição da Mesa Diretora https://www.oesteagora.com.br/2022/12/20/escolha-da-mesa-diretora-da-camara-de-vereadores-de-itaipulandia-termina-sem-votacao/

Anuncie aqui