Manifestantes podem pagar multa diária de R$ 10 mil cada se bloquearem rodovias

Justiça Federal no PR concedeu liminar na noite de segunda-feira (31/10).

Anuncie aqui
Anuncie aqui

A Justiça Federal do Paraná concedeu à PRF (Polícia Rodoviária Federal), na noite de segunda-feira (31/10), uma liminar que impede que manifestantes realizem bloqueios nas rodovias federais do estado.

A liminar foi solicitada pela PRF e concedida pela Justiça às 20h18 de ontem.

O descumprimento pelos manifestantes tem pena de pagamento de multa diária de R$ 10 mil para cada réu, independente de ser líder ou participante, além de outras sanções penais cabíveis.

De posse da liminar a PRF já liberou mais de 30 pontos desde a madrugada até o início da manhã de terça-feira (01/11).

O processo de liberação seguirá durante todo o período necessário até que se restabeleça a total fluidez nas rodovias federais do estado. A ação conta com apoio e suporte da Polícia Militar.

Foto: Catve

Ministro do STF determina o desbloqueio de rodovias federais

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou hoje (31) o total desbloqueio das rodovias federais que registraram paralisações de caminhoneiros.

Pela decisão, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as policias militares estaduais deverão cumprir a decisão e garantir total trafegabilidade do trânsito de veículos.

Para Moraes, as paralisações “desvirtuam o direito constitucional de reunião”.

“O quadro fático revela com nitidez um cenário em que o abuso e desvirtuamento ilícito e criminoso no exercício do direito constitucional de reunião vem acarretando efeito desproporcional e intolerável sobre todo o restante da sociedade, que depende do pleno funcionamento das cadeias de distribuição de produtos e serviços para a manutenção dos aspectos mais essenciais e básicos da vida social”, afirmou o ministro.

Ontem (30), após o anúncio da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República em segundo turno, grupos de caminhoneiros iniciaram bloqueios em diversos pontos do país. 

Fonte: Agência Brasil

Anuncie aqui